sexta-feira, 26 de agosto de 2011

em silêncio


"Mas eu não posso reclamar. É, não posso reclamar. Mas eu queria reclamar, conversar, entender, decidir. Ou então gritar, berrar, rugir, enlouquecer até você verbalizar uma improbabilidade tal como "garota, cala essa boca lotada de marimbondos e pequenas palavras mal escolhidas e vê se escuta isso: eu amo você demais". Como fazem nas histórias da locadora que não temos paciência de assistir, porque no fim a gente fica sabendo que assim como amar, ser amado também é uma coisa que se aprende."

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

décimo


"Quando você encontrar a outra metade da sua alma, você vai entender porque todos os outros amores deixaram você ir. Quando você encontrar a pessoa que realmente merece o seu coração, você vai entender porque as coisas não funcionaram com todos os outros."

terça-feira, 23 de agosto de 2011

dreams come true


"O riso é eterno. A imaginação não tem idade. E os sonhos são para sempre."

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

não como as outras


"Você é uma menina chata, mas não do tipo que arruina o dia, o tipo que me deixa sem saída."

domingo, 21 de agosto de 2011

respeito e amor próprio

"Acho que a gente deve se preocupar com a nossa imagem, não pelos outros, mas pra dormir tranquila.

Não gosto de quem se faz de santa, de prestativa, de solícita, de legal. Não gosto de quem fala miando, se finge de sonsa, faz caras e bocas. Não gosto de gente artificial, que tem duas caras, dois jeitos, dois comportamentos. Sou a favor da transparência, de gente de verdade, sem retoques, sem artifícios. Tenho pavor de mulher fingida. Que se finge de morta, mas no fundo rebola o tempo todo, faz cara de atriz pornô pra ser notada e depois diz que ah-é-meu-jeito-sou-assim. Tenho pavor de mulher que se insinua o tempo inteiro e depois diz não-entendo-porque-todo-mundo-olha-pra-mim. Pavor.

Tem mulher que perde a linha. Com esse tipo, perco o rebolado. Quase esqueço a classe em casa. É que gente de mentira me tira do sério. Além disso, tenho horror de biscate. Acho que no fundo são todas perdidas, infelizes, coitadas, mal amadas. Precisam de atenção 24 horas. E esquecem que pra gente ter atenção de verdade precisa, em primeiro lugar, ser verdadeira. Com a gente mesma."

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

cores


"Ô minha filha, as suas dores não são as maiores do mundo e nem vão ser. Sacode a poeira. Toma um banho de rio. Abre essas asas. Grita alto, chora baixo. Pula alto e cai de cara. Desenha toda a beleza do mundo. Compra uma caixa de lápis de cor e sai aí colorindo a vida."


reflexo

"E para um pouco em frente ao espelho de corpo inteiro, com as pernas tortinhas e os pés bem juntos, modelando tudo. Mas não pergunta coisas como se existe alguém mais bela, você já sabe que sim. Fica ali, desafiando você mesma, querendo saber o que, afinal de contas você quer. Não pra essa noite, mas pro resto da vida."

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

assim era


"Ela o amava. Ele a amava também. E ainda, que essa coisa, o amor, fosse complicada demais para compreender e detalhar nas maneiras tortuosas como acontece, naquele momento em que acontecia dentro do sonho, era simples. Boa, fácil, assim era. Ela gostava de estar com ele, ele gostava de estar com ela. Isso era tudo."

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

obediência


"Gosto de pensar assim: se a gente faz o que manda o coração, lá na frente, tudo se explica."